A HISTÓRIA DE HOTEL CALIFORNIA

A ANÁLISE DA LETRA DA MÚSICA

O QUE ELA QUER DIZER?

Uns dizem que a letra da música Hotel Califórnia do Eagles, é uma adoração ao diabo, outros falam que é uma alusão as drogas, inclusive já ouvi de alguns amigos, que a letra ao contrário, invertida também faz adorações  satânicas,  só que de maneira explícita e não subliminar como na letra normal, ca prá nós, os caras já tem um trabalho danado pra compor uma música e ainda vão  se preocupar com a inversão das letras?? É muita viagem na hellmans não é não? Mas afinal o que diz a letra da música e suas teorias que muitos acreditam piamente? o que diz os autores da música?  vc também vai acompanhar de uma análise da letra estrofe por estrofe tudo isso partir de agora:

Um verdadeiro clássico atemporal, ‘Hotel California’ foi lançada originalmente no ano de 1976, no quinto álbum da banda Eagles. O disco chegou à impressionante marca de 16 milhões de cópias vendidas. “O melhor álbum de todos os tempos”, chegaram a escrever alguns críticos especializados de música e rock.

Quando paramos para elencar os clássicos do rock dos anos 70, com certeza temos que incluir essa música  da banda Eagles.

E não é para menos: a canção aparece na lista 500 músicas que moldaram o Rock do Rock and Roll Hall of Fame e está na 49º posição da lista 500 Melhores Músicas de Todos os Tempos da revista Rolling Stone. Além disso, o álbum que leva o mesmo título da canção é um dos 15 mais vendidos da história do rock. 

Antes de prosseguir com a matéria, deu saudades dessa música?? Veja o clipe da música abaixo:

Quem são os Autores

A letra de ‘Hotel California’ foi escrita por Don Felder, Don Henley e Glenn Frey. A canção relata uma história de um viajante cansado da estrada. O personagem acaba ficando preso em um hotel de luxo que, aparentemente, parecia o lugar dos sonhos. No entanto, a situação vira um verdadeiro pesadelo.

Desde o lançamento da música, a letra de ‘Hotel California’ vem intrigando muita gente ao redor de todo o mundo. A canção foi considerada obscura e muita gente chegou a acreditar que ela falasse sobre o diabo. Com isso, o que mais surgiram foram teorias a respeito de qual seria o “real sentido” da canção.

Algumas dessas teorias se popularizaram e contam com milhões de pessoas que acreditam piamente nelas. Confira algumas!

TEORIAS SOBRE A LETRA DE HOTEL CALIFORNIA

Primeira Teoria

Algumas pessoas defendem que o “Hotel Califórnia” citado na música seja uma referência indireta à uma clínica de psiquiatria que existiu na vida real. O hospício se chamava ‘Camarillo State Hospital’ e se localizava entre as cidades de Los Angeles e Santa Barbara, nos Estados Unidos. Esse estabelecimento funcionou entre 1963 e 1997.

Foto da clínica

Enquanto esteve aberto, o hospital recebeu diversos artistas que sofreram com problemas mentais, tuberculose ou até mesmo abuso de álcool e drogas. Uma das torres do local conta com um sino das missões, construído no ano de 1930 e é esse detalhe que embasa a teoria, visto que um momento da letra cita a frase “eu ouvi o sino da missão”.

Segunda Teoria

Já uma segunda teoria acredita que o hotel realmente existiu. No entanto, esse local seria administrado por pessoas que tinham hábitos alimentares canibais. Pra piorar, eles se alimentavam dos hóspedes!  Já pensou vc se hospedando em um hotel desse, chulispa véio! (sic)

Se Preferir você pode ver todo o conteúdo dessa matéria em vídeo, é só clicar abaixo:

Terceira Teoria

Uma terceira teoria é uma das mais conhecidas em todo o mundo e também é a que mais gera polêmica até os dias de hoje. Algumas pessoas acreditam que a letra de ‘Hotel California’ é, basicamente, uma metáfora para o inferno católico. Acredita-se, também, que a música serve como “adoração ao diabo”.

Essa teoria é reforçada por trechos da canção que falam “tentar matar a besta” e “nós não temos este espírito aqui desde 1969”. Até mesmo a capa do álbum ajudou a sustentar essa teoria, já que mostrava algumas pessoas na varanda, no entanto, sobre elas era possível enxergar uma “figura sombria”.

Capa do Álbum Hotel Califórnia

Os defensores dessa teoria da conspiração associaram essa “figura” à Anton LaVey, o fundador da igreja de Satã (1966). Dessa forma, a música teria sido escrita como uma forma de homenagear o local onde LaVey teria escrito a “Bíblia Satânica”. Pode ser mera coincidência, mas a canção cita o ano de 1969 – ano em que o tal livro foi publicado.

Por esses motivos, os integrantes do grupo Eagles foram acusados, por muito tempo, de estarem envolvidos com ocultismo e serem discípulos da igreja de Satã. Até mesmo um fantasma já foi identificado por algumas pessoas na capa do álbum. Acredita-se que seja de um homem que LaVey teria assassinado durante um ritual.

Quarta Teoria

Uma última teoria pensa diferente e acredita que a música fale, metaforicamente, sobre a dependência química. Os teóricos defendem que o “Hotel Califórnia” seria um código para cocaína. Dessa forma, a canção descreveria os efeitos da droga.

O que embasa a teoria é a frase “logo à frente, eu vi uma luz trêmula… minha cabeça pesou e minha vista embaçou”. Esse verso foi interpretado como um momento de “viagem” após o uso da droga.

Parando de olhar e viajar nessa onda da galera do politicamente correto, que vê Pêlos em ovos, chifres em cabeças de cavalos fomos buscar informações dos criadores da canção o que eles tem a dizer,

A Palavra de um dos Autores da Música

Don Henley Vocalista e Baterista da Banda Eagles

Um dos autores da letra de ‘Hotel California’, Don Henley, já se manifestou oficialmente sobre as teorias. Em entrevista, ele desmentiu todas elas e afirmou que “a canção é uma alegoria sobre o hedonismo e relata o lado sombrio do sonho americano e sobre os excessos na América, principalmente no mundo da música”.

Ele completa explicando que o álbum faz uma alusão à “corrupção das estrelas do rock pela decadente indústria fonográfica de Los Angeles” e a letra de ‘Hotel Califórnia’ descreveria “uma prisão dourada onde o artista entra livremente e depois descobre que não pode mais sair”.

O hotel que aparece na capa do álbum chama-se Beverly Hill Hotel e é conhecido pelo apelido de Pink Palace. Já a suposta “figura sombria” é uma modelo que foi contratada na época.

Agora vamos a uma análise de letra de Hotel Califórnia sente só o drama….

Análise da letra de Hotel California

Antes de começar a nossa análise, comenta aí o que vc acha da letra da música, Se vc acredita em algumas das teorias cidatas aqui ou se ainda não tem uma opinião formada, quer ouvir e ver o cliple da música, clique no segundo link na descrição vamos então a análise da letra…………..

Estrofe 1

Aqui é o começo de tudo, e é bem cena de filme de terror, né? Pessoa na estrada, música ao fundo, até que algo acontece e é preciso bater na porta de um lugar desconhecido para passar a noite.

Estrofe 2

Há uma palavra na primeira frase da estrofe que é o que desencadeia as várias interpretações da letra. Essa palavra é ela de There she stood in the doorway (Lá estava ela, na entrada da porta), é usado para representar, levando em consideração o argumento dos  músicos, Ela é a Jornada, a carreira, a fama no mundo da música. 

Estrofe 3 A seguir vem o icônico refrão da música…

O local é encantador, deslumbrante, paradisíaco e todos os adjetivos possíveis para um lugar de onde ninguém desejaria sair. Mas nada mais é que uma metáfora para a indústria musical e seus excessos.

Há alguns artistas que deixam o sucesso e tudo que vem com a fama subir à cabeça e dominar suas vidas, enquanto outros escrevem músicas que refletem os bastidores desse universo que pode não ser tão perfeito assim.

Estrofe 4

Como os membros do Eagles disseram, fica muito evidente se pensarmos na letra como se esse ela fosse a indústria e tudo o que vem junto à ela: joias, carros, amigos (e também os “falsos amigos”), festas, mulheres, bebidas, o sucesso, os bons momentos… Mas também os momentos vazios de sentido e de sentimento. 

Estrofe 5

Essa estrofe gira em torno de uma metáfora com a palavra spirit quando é pedido um vinho para o capitão. Isso porque spirit pode se referir à bebida, ou, como os compositores afirmam, à chegada da indústria da música do disco e pop, do ter que vender, de tornar a música como uma mercadoria, que afastou-a do ativismo social que foi tão presente nos anos 1960. 

Ou seja, quer dizer que todos estavam perdendo os ideais de 1969, ano do festival Woodstock. E o que resta? As vozes da indústria musical que ficam sussurrado, tentando ser convincentes.

Estrofe 6

Aqui há a repetição do refrão…

Estrofe 7

Mais referências à luxúria… Até que ela, a metáfora da jornada hedonista, diz que todos se tornam prisioneiros após entrarem no Hotel California. Ou seja, se tornam reféns da fama, do sucesso, e, muitas vezes, das próprias escolhas. 

Estrofe 8

Nessa estrofe todas as pessoas que estão no Hotel são convidadas para um “certo encontro” com o mestre. E essa tal besta que tentam esfaquear com todas as forças seria o ego, a rivalidade que a indústria cria entre as bandas, os pontos negativos que vêm junto com o sucesso. 

Estrofe 9 e última

Chegamos na última estrofe da música, Tá tudo bem querer desistir de tudo depois de começar a fazer sucesso? Talvez não seja assim tão fácil… Nesse verso, o “guarda” pode ser interpretado como os contratos, a indústria ou até mesmo os fãs.

Quer dizer que, mesmo se o músico ou a banda desistir de produzir, vão continuar pedindo que ele volte, que faça só mais um showzinho… Ou seja, ele pode até tentar sair da indústria, mas se for rentável ou muito querido, permanecerá ou seja, como diz a letra,  você como artista nunca mais poderá sair da indústria, fãs, sucesso chamados aqui de Hotel Califórnia.

E que tal ouvir não só o hotel Califórnia, mas todas as músicas de sua playlist preferida com um fone de ouvidos de qualidade de som nota mil brother, o fone dos famosos top de linha, conexão bluetooth com qualquer celular, com garantia e resistente a água, se vc estiver caminhando ou fazendo seu exercício ao ar livre e tomar chuva, não tem problema nenhum vc usá-lo.  E vc pode adquirir por um preço super acessível, clique na foto do produto ou aqui e peça já o seu.

E aí pessoal, o que acharam da matéria? Deixe seu comentário…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

YouTube
Instagram

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Me Chame