Os 7 Suicidas Mais Importantes Do Rock And Roll

Os 7 Suicidas Mais Importantes Do Rock And Roll
O Rock N' Roll Como Ele é

Os 7 Suicidas Mais Importantes Do Rock And Roll

O assunto de hoje não é muito agradável, Os 7 Suicidas mais importantes do Rock and Roll.

Antes que os “politicamente corretos” de plantão falem que é inconveniente falar sobre suícido, esse artigo serve de alerta para que as pessoas, não fazer isso.

Sei que é chato falar sobre isso, no entanto é importante relatar, para que as pessoas se conscientizem, de como a vida é importante.

Não importa o tamanho dos problemas que você tem, a sua vida é o bem mais precioso.  Não existe nada comparado a isso.

Esses 7 artistas que vamos relatar aqui hoje, tinham o dom, o talento que Deus lhes deu, para compor e gravar o bom e velho Rock N’ Roll.

Entretanto, preferiram tirar a própria vida, por fraqueza ou medo de enfrentar os problemas.  Nesse ponto, eles não foram geniais ou criativos, e sim fracos e insensíveis com seus familiares, amigos e fãs.

Fica aqui o alerta, para que as pessoas com problemas, não façam igual a eles, mas sim busquem ajuda. Viver é o mais importante.

Ian Curtis (Vocalista Joy Division)

Ian Curtis um dos 7 Suicidas Mais Importantes Do Rock And Roll

O primeiro de nossa lista é o vocalista da Banda Joy Division Ian Curtis.  Ele nasceu em 15 de julho de de 1956, em Manchester na Inglaterra.

Em 1976 Curtis conheceu Bernard Sumner e Peter Hook, em um show do Sex Pistols e resolveram formar uma banda.

Inicialmente chamava Warsaw, sendo logo rebatizada pra Joy Division.  Curtis era o letrista principal da banda, sendo que suas composições eram sombrias e depressivas.

Curtis se casou um ano antes em 1975 com Deborah Wooddruff, sua colega de escola e tiveram uma filha que nasceu em 1979.

Nesse mesmo ano ele teve um caso extra conjugal com Annik Honoré uma jornalista e produtora musical Belga, em um show em Bruxelas.

Morte

Curtis tinha problemas com epilepsia e a divulgação de seu caso extraconjugal, culminou com cancelamento de shows e prejuízos financeiros.

Esses fatores negativos podem ter contribuído, para o suicídio de Ian, cujo corpo foi encontrado por sua esposa enforcado pela corda do varal de estender roupas, no dia 18 de maio de 1980 aos 23 anos.

Após a morte de Ian, Bernard Sumner assume os vocais, e a banda seguiu com um novo nome New Order.

Paul Hester (Baterista Crowded House)

Paul Hester um dos 7 Suicidas Mais Importantes Do Rock And Roll

Paul Hester nasceu em 08 de janeiro de 1959 em Melbourne na Austrália.

Ele tentou vários empregos antes de se tornar baterista, influenciado por sua mãe Anne que era baterista de Jazz.

Em 1980 e ajuda a fundar a banda “Checks”, que logo virou Deckchairs  Overboard.  Já no final de 1983 ele ingressa na Split Enz Banda Neozelandesa que tinha Neil Finn como guitarrista e vocalista.

Dois anos depois em 1985 Paul e Neil, junto com o Baixista Nick Seymour  fundam o Mullanes, que logo mudou para Crowded House

O primeiro álbum homônimo da banda fez grande sucesso em todo o mundo, principalmente pelo seu hit Don’t Dream It’s Over.

Morte

Hester ficou na banda até 1995, pressionado pelas turnês cansativas, desencanto com a indústria fonográfico e nascimento de sua primeira filha, o fez sair da banda.

No dia 26 de março de 2005, aos 46 anos de idade, Paul comete suicídio por enforcamento. Ele havia se separado da mãe de suas 2 filhas que tinham 4 e 10 anos.

O músico tinha problemas com depressão há vários anos, alterava facilmente seu quadro de humor, o que evidenciava um quadro de bipolaridade.

Ingo Shcwichtenberg Delp (Baterista Helloween)

Ingo Shcwichtenberg Delp um dos 7 Suicidas Mais Importantes Do Rock And Roll

Nascido em 18 maio de 1965 em Hamburgo na Alemanha, o Baterista Ingo Schwichtenberg foi um dos fundadores da Banda Alemã de Power Metal, o Helloween em 1984.

Além dele compunham a banda Markus Grosskopf no baixo, Michael Weikath na guitarra e Kai Hansen na outra guitarra e vocal.

O Helloween é considerado por muitos como a banda criadora do sub gênero do metal o Power Metal, um contra ponto a aspereza do Black e Death Metal, com riffs enérgicos, abordagem melódicas e vocais mais limpos.

O Helloweem com 37 anos de carreira, continua na ativa até hoje e vendeu mais de 10 milhões de discos.

Morte

Durante quase 10 anos tocando na banda Ingo começou a apresentar sinais e depressão maníaca e esquizofrenia, devido ao uso abusivo de drogas e bebidas alcoólicas, que segundo membros da banda, foram os responsáveis principais pelo seu suicídio.

Ingo foi afastado da banda ao final de um show no Japão em 1993, quando teve uma grave crise psicótica.

As crises dele aumentaram após a perda de seu pai, ele mergulhou na tristeza profunda. 

Aos 29 anos em março de 1995, ele se atirou debaixo das composições do metrô na estação de Friedrichsberg em Hamburgo, pondo fim a própria vida.

Michael Hutchence (Vocalista INXS)

Michael Hutchence um dos 7 Suicidas Mais Importantes Do Rock And Roll

Michaek Kelland John Hutchence nasceu em 22 de janeiro de 1960 em Sidney na Austrália.

Depois de morar um período nos EUA com sua mãe que tinha separado do seu pai, ele retorna a Austrália.  Com 17 anos em 1977, ele reencontra Andrew Farris seu amigo de infância.

Andrew (teclados e guitarra) tinha uma banda juntamente com seus dois irmãos Tim (guitarra) e Jon Farris (bateria), chamada Farris Brothers.

Michael entrou como vocalista na banda que ficou com esse nome, Farris Brothers, até o lançamento de seu primeiro álbum em 1980 chamado INXS.

Eles resolvem então mudar o nome para INXS que gravou 10 álbuns com Michael nos vocais e outro 8 anos após a morte de Michael em 2005.

Ao todo a banda vendeu mais de 75 milhões de discos e encerrou suas atividades em 2012.

A Morte

Dessa lista dos 7 suicidas do rock internacional, essa morte com certeza é a mais estranha e que envolve mais mistérios.

Uma coisa é certa, ele foi encontrado morto, enforcado com um cinto, em um quarto de hotel em Sidney na data de 22 de novembro de 1997, por uma camareira.

Na noite anterior ele teria discutido com o cantor Bob Geldof por telefone, ex-marido da sua então atual namorada Paula Yates.

Paula tinha 3 filhas com Geldof e uma bebê de 1 ano e meio com Michael.  Geldof não autorizou Paula a levar as filhas junto com ela para passar o final de ano na Austrália e como consequência a bebê, filha de Michael também não iria.

Michael gostava muito de sua filha e tinha mais de um ano que não a via.  Ele usou drogas e bebeu muito na noite do dia 21.  Isso pode ter sido a causa de seu suicídio.

Digo pode ter sido, pela razão que havia suspeita de asfixia auto erótica, que é uma prática adotada principalmente por praticantes sexuais de sadomasoquismo, onde buscam a excitação através da restrição de oxigênio.

Um fato que reforça essa tese, que ele tinha marcado um almoço nesse fatídico dia, com sua ex namorada Michelle Bennett.

Kurt Cobain (Vocalista Nirvana)

 Kurt Cobain um dos 7 Suicidas Mais Importantes Do Rock And Roll

Kurt Donald Cobain, nasceu em Aberdeen no estado de Washington nos EUA em 20 de fevereiro de 1967.

Filho de uma garçonete e pai mecânico, Kurt ficou meio recluso com a separação dos pais quando tinha nove anos de idade.

Seus pais se casaram com novos parceiros, e a personalidade de Cobain foi mudando ao longo dos anos.  Já que não se relacionava bem nem com a madrasta e nem com o padrasto.

Quando estava na segunda série do segundo grau, devido a notas ruins resolveu abandonar a escola.

Saída de Casa

Sua mãe o pressionou a arrumar um emprego ou sair de casa.  Uma semana depois encontrou seus pertences e roupas embalados em caixas de mudança, que mãe hein.

Kurt tinha uma guitarra desde os 14 anos, quando preferiu o instrumento ao invés de uma bicicleta.

Durante o ensino médio não achou ninguém com quem tocar, aos 18 anos formou sua primeira banda chamada Fecal Matter.

Com 20 anos conheceu o Baixista Krist Novoselic, e mostrou uma fita demo da antiga banda. 

Após alguns meses de indecisão, Krist ouviu a fita.  Nascia ali o Nirvana, eles recrutaram Aaron Burchard para a bateria.

Antes de Dave Grohl, que entrou para a banda em 1990, passaram pela banda como bateristas além de Aaron, Dale Crover, Dave Foster e Chad Channing.

Com apenas 3 álbuns lançados, nos 7 anos de duração da banda, o Nirvana vendeu mais de 75 milhões de cópias e foi uma das bandas pioneiras do Movimento Grunge, fato esse que contamos em nosso canal do youtube na edição número 18 do clube do rock.  Clique no Player abaixo para acompanhar esse vídeo.

Casamento com Courtney

Cobain Conheceu Courtney Love, vocalista e guitarrista da banda Hole em uma discoteca em janeiro de 1990, antes da explosão de sucesso do Nirvana como o álbum Nevermind.

Os dois se casam em fevereiro de 92 com Courtney já grávida de Francis, filha do casal que nasceu em agosto daquele ano.

Cobain falou em entrevista sobre o casamento:

“Eu não posso acreditar em o quanto estou feliz. Às vezes, até me esqueço de que estou em uma banda, eu estou tão cego pelo amor. Eu sei que soa constrangedor, mas é verdade. Eu poderia desistir da banda agora mesmo. Não importa, mas estou sob contrato.”

Drogas

Kurt e Courtney usavam tantas drogas, que a justiça de Los Angeles os considerou inaptos para cuidar da filha com 2 semanas de idade naquela época.

A guarda do bebê foi transferida para Jamie irmã de Courney, que ficou com a bebê por várias semanas.

O Casal conseguiu um acordo e obtiveram a custódia da filha novamente, com exames de urina e constantes visitas de um assistente social.

Depois de meses de batalha, conseguiram enfim a guarda definitiva da filha.  No entanto a dependência química de Cobain não pararia ali.

Overdoses

Em julho 1993 ele teve uma overdose, Courtney ao invés de chamar uma ambulância, o aplicou uma injeção de Naloxona e conseguiu despertá-lo a tempo de fazer um show em Nova Iork naquela data.

No dia 03 de março de 1994 em Roma na Itália quando acorda, Courtney percebe que Cobain teve uma segunda overdose, dessa vez Courtney o levou para o hospital.

Em 18 de março, Courtney chama a polícia, dizendo que Kurt havia se trancado no quarto com uma arma.

A polícia chegou e confiscou várias armas de Cobain e uma garrafa de pílulas.

Internação e Morte

Kurt concordou em se internar em uma clínica de recuperação contra drogas em Los Angeles, o que foi feito no dia 30 de março de 1994.

Na noite seguinte, Kurt foge da clínica, pulando um muro de 6 metros de altura.

Courtney chegou até a contratar um detetive para localizar o marido.

O corpo de Kurt Cobain foi encontrado no dia 8 de abril de 1994, em uma de suas casas na cidade de Seattle.

Ele se suicidou com um tiro de espingarda apontada para o queixo.  Os legistas estimaram que sua morte ocorreu no dia 05 de abril de 1994.

Chris Cornell (Vocalista Soundgarden/Audioslave)

Chris Cornell um dos 7 Suicidas Mais Importantes Do Rock And Roll

Cornell nasceu no dia 20 de junho de 1964 em Seatle Estado de Washington lá no Tio Sam. Seu Pai Eduard F. Boyle era um farmacêutico católica e sua mãe Karen Cornell contadora judia.

Quando seus pais se divorciaram Chris e seus 4 irmãos trocaram o sobrenome do Pai, pelo sobrenome de solteira da sua mãe.

Ele foi vocalista e líder das Bandas Soundgarden e Audioslave em diferentes épocas de sua carreira.

Contamos a história de Chris Cornell, aqui em nosso Blog a uns 5 meses atrás.

Morte

Cornell sofria de depressão e mostrava um comportamento suicida nas letras de suas músicas, como também nos seus vídeo clipes.

Veja o clipe do Audioslave “Show me How to  Live”, no player abaixo pra você entender o que estou dizendo.

Na madrugada de 18 de maio de 2017 por volta da meia noite e meia, Cornell Foi encontrado morto no banheiro de um hotel em Detroit por seu segurança.

Ele foi encontrado caído ao chão com sangue na boca e uma faixa em volta do seu pescoço.

Apesar da viúva alegar que Chris jamais se mataria, em primeiro momento ela tentou argumentar que a morte poderia ter sido atribuída a um medicamento chamado Ativan.

No entanto após a perícia, a polícia divulgou em 02 de junho de 2017, os dados da autópsia, dizendo que os medicamentos encontrados, não eram suficientes efetivos para matar uma pessoa.

Chester Bennington (Vocalista Linkin Park)

Chester Bennington
TOKYO – JULY 07: Chester Bennington of Linkin Park performs on stage at the Tokyo leg of the Live Earth series of concerts, at Makuhari Messe, Chiba on July 7, 2007 in Tokyo, Japan. Launched by former US Vice President Al Gore to combat Global Warming, the concert is one of a series taking place over a 24-hour period on July 7 across seven continents. (Photo by Junko Kimura/Getty Images)

Chester Charles Bennington nasceu em Phoenix no Arizona em 20 de março de 1976.

Filho de uma enfermeira e de um detetive de polícia que trabalhava em casos de abuso sexual infantil.  Por ironia do destino, Chester foi abusado por um amigo mais velho quando tinha apenas 7 anos de idade.

Por medo, ele só foi contar ao Pai anos depois.  Seus pais se separaram quando ele tinha 11 anos.

O primeiro instrumento de Chester foi um piano, seu irmão mais velho, mostrou-lhe as bandas Loverboy, Rush e The Doors.

No entanto ele alegou ter mais influências do Stone Temple Pilots, Led Zeppelin e Depeche Mode.

Bennington iniciou sua carreira como vocalista na banda Grey Daze em 1994 com 18 anos, e ficou até 1998.

No ano seguinte em 1999 ele ingressou na Banda Xero, que logo mudou seu nome para Hybrid Theory.  Por já existir uma banda com esse nome mudaram novamente, passaram a se chamar Linkin Park.

O nome é uma adaptação a Lincoln Park, lugar esse, que ficava no trajeto de Chester após aos ensaios da banda.

O Linkin Park é um dos maiores expoentes do subgênero do metal, o Nu Metal.  Já contamos aqui em nosso blog a história do Nu Metal

Com 7 álbuns de estúdio lançados o Linkin Park vendeu mais de 100 milhões de discos ao longo de sua carreira.

A Morte

Chester se enforcou em sua residência no dia 20 de julho de 2017.  Ele deixou esposa 6 filhos aos 41 anos de idade.

Não foram encontradas drogas no local do suicídio apenas uma garrafa de álcool.  Na autópsia também não foram detectados vestígios de drogas.

A esposa Talinta Bentley disse que ele tinha depressão, e que já havia tentado se matar uma vez em 2006

Chris Cornell

Cornell era amigo íntimo de Chester, muitos afirmam que sua morte tem conexões com a de Chris que se suicidou 2 meses antes conforme falamos.

Na ocasião da morte de Chris, Chester comentou:

“Não consigo imaginar um mundo sem você.”

Outro fator que deixa muitos intrigados é a data escolhida por Chester para se matar.   20 de julho seria o 53º aniversário de Chris Cornell.

Dica do Blog

Um recado pra galera que gosta de tatuagens, e quer empreender nessa área, que deseja ser um tatuador profissional.

Tem um curso online que te ensina passo a passo a ser um profissional dessa área, onde as possibilidades de ganho são muito boas.

Tatto Life Academy

Clique aqui ou na imagem acima e saiba mais.

Gostou desse post? Deixe sua opinião nos comentários, se desejar acompanhar esse artigo em vídeo, clique no player abaixo.

Vídeo dessa matéria

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

YouTube
Instagram

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Me Chame