A História Do Fenômeno Musical Chamado Linkin Park

A História Do Fenômeno Musical Chamado Linkin Park
Ebook A História do Rock N Roll

Um dos maiores nomes do Nu Metal, a história do fenômeno musical chamado Linkin Park, confira nesse artigo!

Uma das maiores bandas de Nu Metal da história do Rock, talvez até a maior delas, desse subgênero do metal que surgiu em meados da década de 90 nos EUA.

O Linkin Park é um verdadeiro fenômeno do rock.  Seu álbum de estreia Hybrid Theory é um dos discos de estreia mais vendidos de toda a história do rock.

Em seus pouco mais de 20 anos de carreira, o Linkin Park gravou 7 álbuns de estúdio e vendeu mais de 100 milhões de discos na carreira.

Em razão disso chegou a vez do Canal Clube do Rock homenagear essa banda, que devido a morte de seu vocalista Chester Bennington em 2017, está em hiato até o momento.

Origem

Como boa parte das bandas o Linkin Park teve a sua origem em uma escola, em Agoura Hills na Califórnia.

Os três amigos Mike Shinoda guitarra base e vocal, Brad Delson na guitarra solo e Rob Bourdon na bateria, fundaram a banda que na época tinha o nome de Xero.

Logo se juntaram a eles o baixista David Phoenix Farrell o DJ Joe Hahn e o vocalista Mark Wakefield.

O quarto de Shinoda foi improvisado como um pequeno estúdio e ali saíram as primeiras canções da banda.

Sem conseguir fechar contrato com uma gravadora o baixista David Farrell e o vocalista Mark Wakefield deixam a banda em 1998.

Chegada de Chester

Chester Bennington
TOKYO – JULY 07: Chester Bennington of Linkin Park performs on stage at the Tokyo leg of the Live Earth series of concerts, at Makuhari Messe, Chiba on July 7, 2007 in Tokyo, Japan. Launched by former US Vice President Al Gore to combat Global Warming, the concert is one of a series taking place over a 24-hour period on July 7 across seven continents. (Photo by Junko Kimura/Getty Images)

Kyle Christener assume a posição de baixista da banda, que ainda ficaria procurando outro vocalista por um certo tempo.

No ano seguinte em 1999 Chester Bennington, foi indicado por um figurão de uma gravadora para a posição de vocalista.

O entrosamento entre Shinoda e Bennington foi perfeito, e eles começaram a criar canções novas que comporiam seu primeiro álbum Hybrid Theory.

Ideia do Nome

Resolveram então mudar o nome da banda de Xero para Hybrid Theory, que não durou muito tempo pois descobriram que tinha outra banda com esse nome.

Resolveram colocar Linkin Park como uma espécie de homenagem ao Lincoln Park em Santa Mônica na Califórnia.

Inicialmente eles tinham a intenção de usar o nome do parque, mas mudaram de ideia para não se envolverem com direitos autorais.

Primeiro Álbum

Trabalhando em tempo integral no projeto do primeiro álbum, eles foram rejeitados por várias gravadoras.

Enfim ainda em 99, eles conseguem fechar com a Warner Bros. Records, por indicação do produtor musical Jeff Blue.

O baixista Christener deixa a banda, que passou a usar baixistas de estúdio na gravação do primeiro álbum.

Chester e Mike escreveram as letras do álbum inaugural Hybrid Theory que foi lançado oficialmente em 24 de outubro de 2000.

Logo de Cara

E os caras acertaram a mão, esse disco inaugural foi o que mais vendeu da banda, foram mais de 30 milhões vendidas em todo o mundo.  Só nos EUA foram mais de 12 milhões de cópias vendidas.

Ele foi o álbum mais vendido no século XXI e um dos álbuns mais vendidos da história.

As faixas de maior sucesso desse álbum foram a segunda “One Step Closer,” a quinta faixa “Crawling” e a oitava “In the End.”

Essa última recebeu o prêmio de melhor vídeo e direção de rock da MTV.  O álbum ocupou a 11ª posição na lista dos 200 maiores álbuns da década pela Revista Bilboard.

Retorno do Baixista

David Farrell
LAS VEGAS, NV – JANUARY 10: Bassist David “Phoenix” Farrell of Linkin Park performs at The Joint inside the Hard Rock Hotel & Casino on January 10, 2014 in Las Vegas, Nevada. (Photo by Ethan Miller/Getty Images)

No ano de 2002 o baixista David Phoenix Farrel, retorna a banda, a tempo de trabalhar no álbum remixes da banda Reanimation e também do próximo álbum de estúdio da banda Meteora.

Depois de mais de um ano de turnê com o primeiro álbum, os caras entraram em estúdio entre abril e dezembro de 2022 para a gravação do segundo álbum.

Meteora foi lançado oficialmente em março de 2003.  Esse álbum também recebeu vários prêmios e vendeu na casa dos 30 milhões.

Dentre as faixas destacam-se Somewhere I Belong, Lying from You, Faint, Breaking the Habit, From the Inside e Numb.

No começo de 2004 eles iniciaram um turnê mundial chamada Meteora World Tour.  Que teve uma passagem pelo Brasil com um show para mais de 80 mil pessoas no estádio do Morumbi.

Minutes To Midnight

O terceiro álbum de estúdio da banda Minutes to Midnight foi gravado entre janeiro de 2006 a fevereiro de 2007.

Lançado em maio de 2007 a banda deixa de lado um pouco o Nu Metal, passando a explorar mais um metal alternativo.

O álbum vendeu mais de 20 milhões de discos em todo o mundo.

Dentre as 12 faixas destaque para os singles: Given Up, Leave Out All The Rest, Bleed it Out, Shadow of the Day e What I’ve Done.

Em julho de 2007 a banda iniciou uma nova turnê de promoção desse novo álbum que teve passagens pelo Japão, Inglaterra, Canadá e EUA.

Quarto Álbum

Em 2008 eles começam a trabalhar no quarto álbum de estúdio da banda A Thousand Suns, que foi lançado em setembro de 2010.

Antes disso em junho de 2009, eles lançaram o vídeo clipe do single New Divide, canção essa que foi composta para fazer parte da trilha sonora do filme Transformers: Revenge of the Fallen.

Apesar das críticas terem sido razoáveis, esse álbum não foi um sucesso de vendas como os 3 iniciais.  Até 2017 ele havia vendido cerca de 3 milhões de discos no mundo.

Dentre as 15 faixas destaques para Burning in the Skies, Waiting for the End, Blackout, Irisdescent e The Catalyst.

Apesar de ter sido indicado para vários prêmios, eles não levaram nenhum.

Living Things

Composto e gravado entre os anos de 2011 e 2012, o quinto álbum de estúdio da banda, Living Things, foi lançado em junho de 2012.

Assim como o álbum anterior (A Thousand Suns), Living Things obteve um parecer razoável da crítica.

Em matéria de vendas, também repetiu o desempenho do anterior, na casa dos 3 milhões de discos vendidos.

No quesito som, eles voltam a incorporar raízes do Nu Metal em suas composições.

Dentre as 12 faixas, os singles de destaque para esse álbum foram Lost in the Echo, In My Remains, Burn It Down, Lies Greed Misery, Castle of Glass e Powerless.

Nesse mesmo ano de 2012, eles saíram em turnê para promoção desse novo álbum.  Turnê essa que passou pelo Brasil em outubro  com 4 shows, um em São Paulo, outro em Porto Alegre e 2 no Rio.

Sexto Álbum The Hunting Party

Após encerrar a turnê de divulgação do álbum Living Things, a banda lança seu segundo álbum de remixes Recharged em outubro de 2013.

Logo em seguida, começam os trabalhos para o sexto álbum de estúdio da banda The Hunting Party.

O álbum foi lançado em junho de 2014 e recebeu boas avaliações da crítica especializada, retornando a um rock mais pesado.

Já em termos de vendagem, não foi tão positivo assim ficou como segundo álbum de estúdio menos vendido pela banda.

Nas 12 faixas do álbum destaque para Guilty All The Same, Wastelands, Until It’s Gone, Rebelion e Final Masquerade.

Energia Que Dá Gosto

Por ter um som mais pesado, a gravação do disco exigiu muito esforço físico por parte do baterista Rob Bourdon, afirmou Mike Shinoda em entrevista a Revista Rolling Stone. 

Ele disse que o batera teve que se superar em exercícios extras, para conseguir acompanhar o ritmo das melodias nessa volta ao pesado.

Último Álbum

Em setembro de 2015, após a turnê do álbum anterior, começaram os trabalhos do sétimo e último álbum de estúdio da banda One More Light.

Os caras gravaram esse álbum entre setembro de 2015 e fevereiro de 2017.

Como o próprio nome do álbum sugere, eles deixam o rock pesado mais de lado, e partem para um álbum mais light, mais pro lado do pop rock.

Isso não satisfez nem a crítica nem os fãs, que bradaram aos 4 cantos, que o álbum era muito comercial e pop.

Mesmo assim foi um sucesso comercial, atingindo o topo das paradas da Bilboard no Tio Sam.

Vendagem

No entanto, não vendeu tanto quanto seus anteriores, sendo o álbum de menor vendagem da banda.

Das 10 faixas, além da faixa título, destaques para  Heavy, Talking to my Self e Battle Symphony.

O álbum foi lançado em 19 de maio de 2017.  Logo em seguida, a banda iniciou o que seria uma turnê mundial.

Eles tocaram em 20 cidades da América do Sul e Europa.  Quando já estavam nos EUA, onde iniciariam a parte americana da turnê veio o fatídico dia.

Suicídio de Chester

Conforme contamos aqui no post, os 7 Suicidas do Rock, Chester Bennington Vocalista da banda, foi encontrado morto em sua casa em Palos Verdes Estates na Califórnia nos EUA.

Chester se enforcou em sua casa, aos 41 anos de idade, deixando esposa e 6 filhos.

Na autópsia não encontraram vestígios de drogas em seu corpo.

Ligação Com a Morte de Cornell

Bennington se matou no dia 20 de julho de 2017, que seria o aniversário de 53 anos de Chris Cornell vocalista do Soundgarden e Audioslave, que também se suicidou 2 meses antes.

Os dois eram muito amigos, na época da morte de Cornell, Bennington comentou em seu Instagram:

“Não consigo imaginar um mundo sem você nele.”

Chester Bennington

Contamos aqui no post Cornell o Triste Fim a história da carreira do cantor.

Um dia depois da morte de Chester a banda cancelou o restante da turnê de promoção desse último álbum.

Futuro da Banda

A banda está em hiato desde a morte de Bennington em 2017.

Em novembro daquele ano, eles lançaram um álbum ao vivo extra do príncipio daquela turnê em 2017, One More Light World Tour.

Em abril de 2020 o baixista Dave Farrell revelou que a banda estava trabalhando em novas músicas.

No mês de outubro de 2021, perguntaram a Mike Shinoda, se a banda tocaria junto novamente, ele afirmou na ocasião:

“Agora não é a hora, não temos o foco nisso.  Não temos a matemática resolvida.  E não quero dizer matemática financeira, falo sobre matemática emocional e criativa.”

Mike Shinoda
Mike Shinoda
BURBANK, CA – MAY 22: Mike Shinoda of Linkin Park performs on stage at the iHeartRadio Album Release Party presented by State Farm at the iHeartRadio Theater Los Angeles on May 22, 2017 in Burbank, California. (Photo by Rich Fury/Getty Images for iHeartMedia)

Recentemente em abril de 2022, Shinoda reiterou que a banda não está compondo ou trabalhando em novas músicas, álbum ou turnê.

Sabe-se lá o que os caras pensam.

Dica do Blog

Um recado pra galera que gosta de tatuagens, e quer empreender nessa área, que deseja ser um tatuador profissional.

Tem um curso online que te ensina passo a passo a ser um profissional dessa área, onde as possibilidades de ganho são muito boas.

Tattoo Life Academy

Clique aqui ou no banner acima e saiba mais.

Gostou desse post? Diz aí nos comentários. Clique no player abaixo para acompanhar esse artigo em vídeo:

Vídeo desse artigo

Fontes: Google e Wikipedia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

YouTube
Instagram

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Me Chame